piteiras
Curiosidades, Mr. Fumo Informa, Redução de Danos, Saúde

Piteiras: De A a Z

O Mr. Fumo vai te explicar um pouco mais sobre as piteiras, uma das suas maiores aliadas na redução de danos.

Salve, galera! Seguindo na linha de explicar os itens básicos e mais conhecidos para fazer fumaça, hoje falaremos das piteiras. Muita gente acha que elas servem apenas para deixar o baseado mais fácil de tragar ou então para deixar o baseado mais firme. Porém, se engana quem pensa dessa forma. A função delas vai muito além da estética do seu baseado.

A piteira é uma das maiores aliadas no combate dos danos causados pelo ato de fumar, a famosa redução de danos. Elas não apenas filtram a fumaça como também a resfriam. Depois de ler essa matéria, não esqueça de dar um toque para aquel@ amig@ seu que insiste até hoje que usar piteira é “frescura”.

Origem

As piteiras como conhecemos e utilizamos são provenientes de outro acessório que foi muito utilizado no Século XX, a piteira para cigarro. Você com certeza já viu ela em algum filme antigo e, provavelmente, na mão de alguma mulher. Isso é resultado das piteiras terem sido parte essencial da moda feminina na época. Eram feitas de diferentes tipos de materiais e estilo para agradar a todos os gostos, sendo utilizada até hoje em alguns lugares no Japão.

Possuíam a função de servir como filtro, já que os primeiros cigarros não continham filtros. Com o passar do tempo, os cigarros começaram a ser produzidos com filtros e ela servia como uma filtração secundária. Outro benefício era o de não amarelar os dedos por conta da nicotina.

Ou seja, a piteira como conhecemos hoje, as “tips”, nada mais são do que uma adaptação da piteira para cigarro. Com o passar do tempo, percebeu-se que esses benefícios também eram observados quando aplicados aos baseados ou cigarros de enrolar. A partir daí, as piteiras foram se modificando na questão de materiais, tamanhos e designs, resultando na incrível variedade de piteiras que podemos encontrar no mercado.

Benefícios e redução de danos

Como dito acima, o principal benefício e motivo para utilização das piteiras era o seu potencial de filtragem. Mas você deve estar se perguntando, como se dá essa filtragem? Bom, essa filtragem é resultante da retenção das toxinas e substâncias indesejadas na parte interior da piteira. Sabe aquela cor escura que fica na sua piteira quando você termina de fumar? Então, são essas as toxinas e substâncias de que estamos falando. Vale lembrar que quanto maior a piteira, maior será o seu potencial de filtragem.

Além disso, quando a utilizamos nos baseados podemos observar alguns outros benefícios:

  • Fluxo de ar: a piteira melhora o fluxo de ar, evitando que seu baseado não carbure pelo acúmulo de alcatrão na ponta.
  • Resfria a fumaça: a piteira faz com que a temperatura da fumaça chegue mais fria até sua garganta. Aqui, a questão do tamanho também influencia no quanto a fumaça será resfriada.
  • “Pedaços” na boca: a piteira também evita que aqueles pedaços menores de erva entrem em sua boca ao tragar
  • Estética: a piteira deixa o seu baseado mais firme, tanto para tragar quanto para segurar. Além disso, torna mais fácil o processo de enrolar.
  • Manchas na boca e nos dedos: a piteira, como dito anteriormente, evita que a nicotina entre em contato com o seu dedo e também que deixe manchas na boca.

Tipos de Piteiras

Piteira de Papel

São as mais famosas e as mais vendidas também. São blocos de papel em que você destaca uma folha e enrola a piteira com o diâmetro que você deseja. Podem possuir diversas larguras e são feitas de diferentes tipos de papel.

Elas são descartáveis a cada uso e chama atenção por seu custo-benefício. Reduzem consideravelmente os danos causados pelo fumo e não alteram o sabor. São as preferidas devido a sua possibilidade de ser moldada no diâmetro que é necessário para aquele baseado específico. Veja alguns modelos aqui.

Piteiras de Vidro

Esse tipo de piteira é relativamente novo e caiu no gosto da galera em pouquíssimo tempo. As piteiras de vidro são feitas em tamanhos e diâmetros específicos. São reutilizáveis, bastando apenas lavar para poder utilizar novamente.

Elas podem vir em diferentes formatos e desenhos, essa é um dos detalhes que mais chama a atenção de quem usa. Possuem um excelente potencial de redução de danos e resfriamento da fumaça, ficando ainda mais claro quando você a retira do baseado para lavar. Aqui no Mr Fumo, nós temos modelos próprios e alguns outros, você pode ver mais clicando aqui.

Piteiras de Madeira

As piteiras de madeira já não são tão famosas e utilizadas como as duas citadas acima. Poucas empresas produzem elas, sendo mais fácil encontrar com artesãos em feiras e lugares roots. São consideradas o passo intermediário entre as piteiras de papel e as piteiras de vidro.

São descritas como descartáveis mas o preço tornaria sua utilização inviável se descartar a cada uso. Por isso, algumas pessoas utilizam mais de uma vez antes de jogar fora. Não é possível lavá-las pois a água em contato com a madeira pode estragar sua piteira.

Piteiras de Murano

Murano nada mais é do que um tipo de vidro. O nome provém da região de Murano, na Itália. Onde artesãos se especializaram na produção de um vidro mais grosso e com cores vivas e mescladas. Sua produção é totalmente artesanal e possui uma resistência maior de que a de outros vidros.

Atualmente, a Yellow Finger é a empresa mais conhecida pela produção de piteiras de murano. Elas possuem um alto poder de resfriamento da fumaça devido a composição do seu vidro. Apesar de sua largura pequena, você sente a diferença em cada trago.

Piteiras de Silicone

As piteiras de silicone são muito recentes no mercado e não chamam tanto a atenção da galera. São parecidas com as piteiras de vidro, mudando apenas a composição de seu material. Também são reutilizáveis e podem ser limpas com água quente e detergente ou álcool de cereais.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre as piteiras e seus benefícios? Não esqueça do que dissemos e compartilhe essa matéria com aquel@ cabeça dura que insiste em não usar piteira até hoje. Afinal, a redução de danos é o caminho para um consumo mais consciente!

Até a próxima!

Fontes: Wikipedia (https://pt.wikipedia.org/wiki/Piteira_(fumo))

Yellow Finger (http://www.yellowfinger.com.br/blog/murano-o-que-e/)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *