vaporizadores
Curiosidades, Mr. Fumo Informa, Redução de Danos, Saúde

Vaporizador de Ervas: a revolução da fumaça

Já ouviu falar do vaporizador de ervas? Considerada a maneira menos prejudicial de se fumar maconha, a vaporização vem ganhando diversos adeptos. Vem com o Mr. Fumo para entender um pouco mais sobre esses aparelhos!

O vaporizador de ervas se tornou um grande aliado a redução de danos quando o assunto é fumaça. Em pouco tempo, esse tipo de aparelho se popularizou e já está presente nos kits de muitas pessoas. Principalmente, aqueles que se importam com os malefícios causados pelo fumo e fazem de tudo para torná-los mais brandos.

E seus benefícios não param por aí! É uma maneira muito mais discreta de você fumar, uma vez que a marofa liberada pelo aparelho não chega nem perto da marofa de um baseado. É possível você tragar na rua tranquilamente sem ser notado, seja pelo cheiro ou pelo fato de não estar segurando um baseado na mão.

O preço, porém, o torna menos acessível. Os modelos intermediários e mais completos podem girar da faixa dos 600 reais até 1400 reais. A falta de opções de vaporizadores nacionais também colabora com o preço alto. Após ler esse texto, esperamos que ele te ajude para que você possa avaliar se vale a pena o investimento para você ou não.

O que é um vaporizador de erva?

Em termos simples, um vaporizador de ervas é um aparelho que permite que você fume sua erva sem que ela entre em combustão. Ou seja, a erva é aquecida a uma certa temperatura que faz com que ela vaporize, mas não aconteça a queima. O vapor produzido é muito mais limpo que a fumaça produzida por um baseado, já que não possui algumas substâncias geradas especificamente pela queima da erva, como o alcatrão.

Ao contrário do que muitos pensam, o vaporizador também é capaz de deixar o sabor da sua erva acentuado em sua boca, como se estivesse fumando um baseado. Colocando-o na temperatura certa, você também consegue extrair todos os canabinoides presentes. Logo, percebe-se que a grande e crucial diferença do uso do vaporizador é a inalação de um vapor muito mais limpo do que a fumaça.

Como funcionam?

Existem dois tipos de vaporizadores, os que funcionam com aquecimento por condução e os que aquecem por convecção. Os primeiros costumam ser mais baratos do que os segundos por sua estrutura mais simples. Em compensação, os por convecção cumprem o que prometem, deixando por muitas vezes, você regular na temperatura em que deseja. Falaremos um pouco mais dos dois tipos a seguir.

Aquecimento por condução

O aquecimento por condução funciona com o contato direto da erva com a fonte de calor. Geralmente essa fonte de calor é, na verdade, uma resistência. Quando você aperta o botão para tragar, essa resistência esquenta e faz com que seu bud libere as substâncias em forma de vapor.

Porém, existe um pequeno problema com os vaporizadores que aquecem por condução. Nem sempre eles conseguem vaporizar a erva em sua totalidade, fazendo com que seja necessário o remanejamento da erva após alguns tragos para que vaporize totalmente. Além disso, dependendo do formato da resistência e do reservatório, o calor pode ser mal distribuído e acabar por fazer com que sua erva entre em combustão. Outro ponto fraco é que a maioria dos modelos assim não possuem controle de temperatura.

Os vaporizadores com aquecimento por condução são uma ótima opção para quem busca um vaporizador especialmente para fumar óleos e concentrados. Mas, se você busca um vaporizador para buds, devia prestar atenção a seguir, nos vaporizadores com aquecimento por convecção.

Aquecimento por convecção

O vaporizador com aquecimento por convecção funciona de forma bem diferente que o vaporizador por condução. Sua principal diferença é que a erva não entra em contato direto com a fonte de calor, fazendo com que o processo de vaporização seja uniforme e eficaz. Em sua maioria, possuem controle de temperatura garantindo que sua erva não entrará em combustão.

Funciona mais ou menos assim: ao ligar seu vaporizador, uma fonte de calor aquece o recipiente onde está sua erva (geralmente, de cerâmica) até a temperatura desejada. Assim, libera-se o vapor através do trago, podendo ter ajuda de uma pequena ventoinha em alguns modelos.

Esse modelo é o mais recomendado por duas razões. A primeira é que a erva não entra em contato direto com a fonte de calor e ela pode ser aquecida a uma temperatura escolhida por você. A segunda é que com o aquecimento da câmara de cerâmica, você garante que sua erva seja vaporizada por inteira sem possibilidade de ela entrar em combustão.

Existem algumas temperaturas ideais para vaporizar sua erva, são elas:

  • 165° C a 175° C (Vapor Suave): bom para buds com baixa umidade
  • 175° C a 195° C (Ideal): melhor faixa de temperatura para vaporização
  • 195° C a 220° C (Vapor Denso): bom para buds úmidos

Benefícios da vaporização

Recapitulando alguns dos benefícios que já foram falados:

  • É uma opção discreta para quem deseja fumar sem deixar cheiro ou até mesmo passando despercebido.
  • O vapor produzido não contém diversas substâncias tóxicas geradas pela queima da erva, como o alcatrão por exemplo.
  • Uso medicinal: justamente por não possuir essas substâncias, se tona o método ideal de utilização para quem usa cannabis medicinalmente.
  • A possibilidade de regulagem de temperatura permite que você extraia o máximo dos canabinoides em sua erva. Sendo possível você regular a temperatura em favor da melhor vaporização de um canabinoide x.
  • Sabor acentuado, podendo até mesmo ser comparado com fumar um baseado nos modelos de maior qualidade.
  • A grande maioria dos modelos são bem discretos e cabem no seu bolso. Alguns, inclusive, possuem formato de canetas.

Esses são alguns dos motivos pelos quais a galera está optando por possuir um vaporizador em seu kit. É um mercado que se desenvolve cada vez mais e, com certeza, promete novidades para o futuro. Novidades essas que afetam diretamente a nossa saúde, de forma positiva.

Existem diversos modelos para todos os bolsos. Leve em consideração seus benefícios e fique atento a questões como marca, qualidade e reposição de peças na hora de escolher o seu. Pode ser um investimento caro a primeira vista, mas a sua saúde agradecerá!

Pode contar com o Mr. Fumo caso tenha alguma dúvida, até a próxima !

Fonte: Growroom (https://www.growroom.net/vaporizador-de-ervas/)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *